Somos pedras que se consomem

  • R$ 45,00

Calcular Frete

  • Somos pedras que se consomem

Ignácio de Loyola Brandão declarou a respeito do romance de Raimundo Carrero: “incestos, traições, sadismo, masoquismo, sexo, sexo, sexo, coxas molhadas, pênis artificiais, lesbianismo, homossexualismo, hetero, masturbações. amor, solidão, ternura, poesia. Carrero me lembra Henry Miller com muito mais violência”.



As mulheres em tempo de sofrimento
Jornal: Diário de Pernambuco


Especificações Técnicas
Autor(a) Raimundo Carrero
Nº de páginas 192
ISBN 8573210095
Largura 14cm
Altura 21cm

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.